TEORIA & HISTÓRIA LITERÁRIA | Iracema – José de Alencar

TEORIA & HISTÓRIA LITERÁRIA
 IRACEMA | JOSÉ DE ALENCAR
 
iracema
Movimento Literário: Romantismo brasileiro (séc. 19)
 
Estilo: José de Alencar rompe com o padrão linguístico. Cria um estilo próprio. Uma linguagem próxima do indígena.
 
Narrador: 1a. pessoa, mas predomina em 3a. pessoa.
 
Ambiente: início da colonização portuguesa no Brasil. Cenário fantástico (séc. 17)
 
Iracema: Índia corajosa que abre mão de tudo para viver um grande amor. Remete à terra brasileira, bem como ao processo de transformação cultural que o índio sofre.
 
Narrativa: Iracema (1865). Recebe o subtítulo de “lenda do Ceará”. Pertence ao indianismo romântico. Valoriza o passado nacional para justificar o presente. Isto é, a independência de Portugal. É filha do pajé da tribo e sua sacerdotisa. Tem uma paixão pelo guerreiro português Martim. Porém, o amor é impossível. Para viver o amor, abandona tudo. Os dois vivem uma estória de amor. Iracema tem um filho: Moacir (filho da dor) – marca da união entre o índio e o branco (origem do povo brasileiro).  Martim, mais tarde, encontra Iracema quase morta. Enterra a índia próximo a uma palmeira, que se chama então “Ceará”. Martim retorna a Portugal acompanhado do filho e volta novamente ao Brasil para introduzir a crença religiosa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s